Banco Alimentar contra a Fome

Se a luta contra a fome é algo que te impacta, então junta-te aos milhares de voluntários que todos os anos ajudam a recolher e a entregar toneladas de bens essenciais a famílias carenciadas.

  • Uma resposta necessária mas provisória, porque “toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente que lhe assegure e à sua família, a saúde e o bem-estar, principalmente quanto à alimentação, ao vestuário, ao alojamento, à assistência médica e ainda aos serviços sociais necessários” (artigo 25º da Declaração Universal dos Direitos do Homem)
  • Instituições Particulares de Solidariedade Social que lutam contra o desperdício de produtos alimentares, encaminhando-os para distribuição gratuita às pessoas carenciadas.
  • A ação dos Bancos Alimentares assenta na gratuitidade, na dádiva, na partilha, no voluntariado e no mecenato.

  • Os Bancos Alimentares em atividade recolhem e distribuem várias dezenas de milhares de toneladas de produtos e apoiam ao longo de todo o ano, a ação de instituições em Portugal. Por sua vez, estas distribuem refeições confecionadas e cabazes de alimentos a pessoas comprovadamente carenciadas, abrangendo já a distribuição total mais de 390.000 pessoas.
  • A Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome coordena esta ação, anima a rede disponibilizando informação e meios materiais, representa os Bancos Alimentares Contra a Fome junto dos poderes públicos, das empresas de âmbito nacional e de organizações internacionais e efetua, a nível nacional, a repartição de algumas dádivas, criando uma vasta cadeia de solidariedade.
  • Os bancos alimentares não distribuem diretamente às pessoas carenciadas, pelo que os alimentos passam obrigatoriamente pelo canal das instituições locais, grupos ou comunidades, muito próximas das pessoas em situação de pobreza. A ajuda alimentar é entregue pelas instituições às pessoas carenciadas sob a forma: de refeições servidas em lares, creches, ATL, refeitórios sociais ou de apoio domiciliário; de refeições distribuídas na rua ou em pequenos locais de acolhimento; de cabazes de alimentos entregues a famílias necessitadas.

Em 23 de fevereiro de 1999 foi constituída a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome e que conta atualmente com 21 Bancos Alimentares em atividade, espalhados pelo Continente e Ilhas, criando assim uma rede de combate ao desperdício e de ajuda aos mais necessitados, tão estruturada quanto possível.

  1. Algarve
  2. Abrantes
  3. Aveiro
  4. Beja
  5. Braga
  6. Castelo Branco
  7. Coimbra
  8. Cova da Beira
  9. Évora
  10. Leiria-Fátima
  11. Lisboa
  12. Madeira
  13. Oeste
  14. Portalegre
  15. Porto
  16. Santarém
  17. São Miguel
  18. Setúbal
  19. Terceira
  20. Viana do Castelo
  21. Viseu

O principal objetivo do Banco Alimentar é a luta contra o desperdício. O abastecimento procura recuperar, dentro do estrito respeito dos imperativos de higiene:

  • Excedentes de produção do setor agroalimentar ou géneros não comercializáveis
  • Excedentes agrícolas
  • Excedentes de refeitórios, restaurantes, padarias, cantinas, etc.

E recolhe ainda contribuições do grande público através de campanhas em supermercados, escolas, etc. Todas estas contribuições devem ser gratuitas.

Voluntário:
Preenchimento de dados pessoais, quais as disponibilidades para colaborar com o banco alimentar e em que tipo de trabalho, a localidade e o supermercado de preferência.
Os dados pessoais solicitados destinam-se exclusivamente à atividade desenvolvida pelo Banco Alimentar, incluindo contacto para voluntariado, informações e agradecimentos. Podem ser transmitidos aos Chefes de Equipa para constituição das equipas nas Campanhas de Recolha em supermercados, à empresa seguradora para efeitos de seguro de Acidentes Pessoais. Não serão de nenhuma forma transmitidos para fins alheios ao Banco Alimentar.

Donativos:
MB way – 917491866
Transferência bancária (dados a preencher no site)

Contactos: 917491866 | [email protected]

Horário: 9:00 – 13:00 | 14:30 – 18:00

Localização da Federação: Avenida de Ceuta, Estação de Alcântara-Terra, Armazém 1 | 1300-125 LISBOA

Site: https://www.bancoalimentar.pt/homepage/